Vitiligo - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Vitiligo


  Patologias

Os indivíduos afetados pelo vitiligo, que juntos representam um por cento da população adulta, devem evitar expor-se ao sol para não ver acentuado o contraste entre a pele normal e a despigmentada.

Vitiligo é uma doença de pele hereditária que se caracteriza pela perda desigual de melanina, pigmento que dá cor à pele e aos pelos. Embora estruturalmente intactas, as células produtoras de melanina (melanócitos) perdem a capacidade de sintetizar o pigmento. A doença, de causa desconhecida, se manifesta com o aparecimento de manchas de pele branco-leitosas, irregularmente ovais, que aumentam de tamanho gradualmente. As áreas do corpo mais afetadas são as mãos, os pulsos, o rosto, o pescoço e a parte superior do tronco. Os pelos da região atingida também perdem a pigmentação. A cor da pele raramente volta ao normal e não existe cura para a doença.

Acredita-se que o estresse seja um importante fator de predisposição à doença, provavelmente desencadeada por reações imunológicas anormais aos elementos constituintes das próprias células orgânicas (auto-imunidade). Células nervosas defeituosas, ou o próprio sistema imunológico, podem atacar os melanócitos por reconhecerem a melanina como uma substância estranha. Administrada oralmente ou aplicada de maneira localizada, a substância psoralen (extraída da planta Ammi mavus), associada à radiação ultravioleta A, estimula a capacidade desta para induzir a pigmentação. Em alguns casos raros, o tratamento restaura a pigmentação.


Veja também: