Violeta - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Violeta


  Botânica
De presença freqüente na literatura, a violeta pode simbolizar a humildade, a felicidade, o amor terreno ou, no outro extremo, as sensações místicas. Associa-se à morte e à eternidade.
Violeta é o nome de várias espécies herbáceas e floríferas, das quais a mais típica é a violeta-cheirosa (Viola odorata), da família das violáceas; de flores roxo-escuras, é intensamente cultivada no Brasil. Nas muitas variedades obtidas por cruzamento, as flores perfumadas podem ser cor-de-rosa, azuis, brancas, mescladas e, quanto ao tamanho, dobradas ou simples. À mesma família e mesmo gênero pertencem a violeta-da-austrália (V. hederacea), a violeta-branca (V. cerasifolia) e o amor-perfeito (V. tricolor). As flores de V. cornuta não têm perfume.
Muito usadas em perfumaria e farmácia, as flores da violeta também encontram emprego na fabricação de licores e confeitos. Comestíveis, prestam-se para decorar saladas. A planta, que floresce em geral na primavera, multiplica-se por sementes ou mudas obtidas pela divisão das touceiras.
Mais comum como planta de vaso é a violeta-africana (Saintpaulia ionantha), da família das gesneriáceas, que dá flores brancas, rosa, roxas, azuis e bicolores. Multiplica-se por sementes ou por estaquia de folhas e, como as violáceas, requer solo fofo, úmido e bem adubado. A exposição ao sol, nos dois casos, deve ser cautelosa, evitando-se as horas mais quentes. O nome violeta aparece também em outros compostos, como a violeta-da-lua (Lunaria annua) e a violeta-de-petrópolis (Angelonia integerrima).

Veja também: