Vaga - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Vaga


  Geografia Fisica

Há muito o homem procura aproveitar-se da inesgotável energia derivada da força natural das vagas, mas os resultados obtidos são ainda bastante modestos e sem grande caráter prático.
Vaga, ou onda, é o movimento superficial das águas do mar que raramente ultrapassa os dez metros de profundidade. As vagas forçadas ou de vento resultam da ação dos ventos sobre o plano líquido, o que provoca o deslocamento de massas de água. Existem também vagas provocadas por abalos sísmicos costeiros (terremotos) ou submarinos (maremotos), denominadas vagas sísmicas, vagas de fundo ou raz de maré. Essas vagas repercutem em ondas excepcionais, de até vinte metros de altura, que se caracterizam pela violência com que varrem mares e costas. Ocasionam grandes danos e podem percorrer enormes distâncias, como aconteceu após a erupção do Krakatoa, em 1883, quando chegaram a realizar o circuito completo da Terra.
Elementos das vagas. Considera-se altura de uma vaga a distância vertical entre o nível da crista (ponto mais alto) e o nível do cavado (ponto mais baixo). Em mar pouco agitado, a altura oscila entre dois e quatro metros; em mares agitados por ventos muito fortes, pode atingir oito e nove metros; quando ocorre a interferência de dois sistemas de vagas, alcança 12m. Denomina-se comprimento de uma vaga a distância retilínea entre duas cristas sucessivas, que corresponde a 25-30 vezes a altura. Têm sido observadas no Atlântico norte vagas que alcançam até 800m de comprimento. O tempo, contado em segundos, que transcorre entre a passagem de duas cristas sucessivas por um determinado ponto denomina-se período da vaga.


Rompimento das vagas. As vagas podem romper-se devido à influência do vento ou à proximidade da costa. Antes do rompimento, a velocidade de propagação e o comprimento se reduzem; a altura aumenta, mas o período se mantém estável. O fenômeno também se registra em conseqüência da diminuição da profundidade: a uma profundidade igual ao comprimento da vaga, o movimento reduz-se a 1/535 do movimento na superfície. O contato das partículas líquidas (dotadas de movimento circular) com o fundo do mar faz com que as vagas sejam freadas.
Em virtude desse desequilíbrio de movimentos, a órbita das partículas d"água torna-se cada vez mais elíptica, perde rapidamente sua verticalidade e acaba por romper-se: é a quebra das vagas. Nos litorais, nem todas as vagas se quebram no mesmo lugar porque não possuem as mesmas alturas; em conseqüência, não existe uma linha e sim uma zona de quebra das vagas.
O rompimento pode efetuar-se em voluta ou em derrame. Na quebra em voluta, a crista cai de uma só vez. No caso do derrame, despeja-se progressivamente sobre a face frontal da vaga. Nesse último caso, registra-se um avanço maior das águas sobre os litorais baixos.


Distorção das vagas. Por serem um movimento ondulatório, as vagas podem sofrer distorções em sua direção. Dependendo de suas características, essas distorções denominam-se refração, reflexão ou difração.
Refração é a mudança de direção da vaga em virtude de irregularidades do relevo submarino. É o caso de um vale submarino, perpendicular à crista das vagas, capaz de ocasionar sua divergência; ou o de uma lombada submarina, no mesmo sentido, que pode ocasionar a concentração das vagas.
A reflexão consiste no retorno da vaga depois de colidir com um obstáculo qualquer (recife, restinga, molhe, cais). Tal como na óptica, o ângulo de incidência equivale ao de reflexão. Esta é total para a incidência perpendicular e tanto menor quanto maior for a obliqüidade da incidência. A inclinação dos obstáculos também influi sobre a intensidade do fenômeno. Obstáculos verticais produzem reflexão total, enquanto inclinações muito suaves ocasionam reflexões desprezíveis.
Difração é a mudança de direção sofrida pelas vagas ao contornarem um obstáculo e penetrarem na área por ele abrigada. É por isso que são construídos molhes à entrada de muitos portos, embora a proteção nunca seja total.

3466px;

Veja também: