Trilobita - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Trilobita


  Artrópodes

Trilobita do Cambriano (Elrathia kingi)

Embora extintos no final da era paleozóica, os trilobitas são importantes para o estabelecimento de correlações estratigráficas, dada a complexidade de sua morfologia, larga distribuição geográfica e rápida evolução.
Trilobitas foram artrópodes, exclusivamente marinhos, que viveram durante toda a era paleozóica. Classificados em mais de 1.500 gêneros distintos, nas formas mais comuns não ultrapassavam dez centímetros de comprimento, embora a espécie Paradoxis harlani, encontrada perto de Boston, tenha alcançado mais de 45cm. Possuíam uma carapaça formada de quitina, impregnada de carbonato de cálcio e fosfato de cálcio na região dorsal. Seu tórax era formado por três segmentos articulados, que permitiam ao animal enrolar-se, um mecanismo de defesa destinado a proteger a região ventral, mais vulnerável.
Alguns paleontólogos atribuem-lhes um parentesco com os aracnídeos, enquanto outros supõem uma descendência a partir dos anelídeos, da qual seria indício sua simplicidade morfológica. No Brasil, foram encontrados fósseis da ordem dos Phacopida nas bacias do Paraná e do Amazonas e, nesta última, também do gênero Ameura.