Topázio - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Topázio


  Bioquímica

A pedra denominada topázio pelos mineralogistas modernos era possivelmente desconhecida dos antigos, que chamavam por esse nome a crisolita ou o peridotito. Também as menções ao topázio no Antigo Testamento podem referir-se à crisolita.
Topázio é um mineral silicoso valorizado como pedra preciosa. Sua composição química é representada pela fórmula (Al, F)2SiO4; quando o radical hidroxila está presente, a fórmula passa a [Al(F, OH)]2SiO4. Mineral infusível, o topázio pertence ao sistema ortorrômbico, cristaliza na forma de prismas de seção transversal losangular ou quase quadrada, e muitas vezes apresenta estrias verticais nas faces. Não são raras as ocorrências de massas informes, de granulações diversas.
Há diversas variedades de topázio, entre elas o topázio comum, de cor amarela e hábito prismático. O topázio amarelo de Ouro Preto MG, aquecido a cerca de 500o C, muda sua cor para cor-de-rosa claro ou lilás pálido. Muitas vezes contém inclusões líquidas de dióxido de carbono. A variedade quase opaca encontrada em Finbo, na Suécia, é conhecida pelo nome de fisalita. Essa variedade intumesce quando é aquecida. A variedade denominada picnita apresenta uma estrutura colunar compacta.
O topázio ocorre especialmente em rochas magmáticas da família dos granitos, principalmente os ricos em agentes voláteis do grupo do flúor. Em veios e cavidades desses granitos ocorrem cristais perfeitos, resultantes da ação pneumatolítica ocorrida após a solidificação do magma. Muitas vezes o topázio está presente em xistos e gnaisses que participaram dos efeitos dessa ação pneumatolítica.
No Brasil, lavra-se o topázio amarelo no município de Ouro Preto MG; o topázio incolor e os de diversas tonalidades de azul ocorrem nas lavras de Salinas e de Teófilo Ottoni, também no estado de Minas Gerais. Os topázios azuis produzidos no Brasil, muito apreciados, passam facilmente por águas-marinhas. Os da região de Nerchinsk, na Rússia, de cor amarela, são perfeitos e de dimensões extraordinárias. Os dos montes Urais são também muito apreciados.

 

Veja também: