Tocantins - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Tocantins


  Geografia Fisica
O nome do rio Tocantins deriva da tribo indígena que habitou suas margens e significa, em tupi, "bico de tucano". Em suas margens construíram-se importantes portos fluviais, muitos dos quais foram praticamente abandonados depois de aberta a rodovia Belém-Brasília.
O rio Tocantins nasce na serra Dourada, em Goiás, e desemboca na baía de Marajó, depois de banhar os estados do Maranhão e do Pará. Com um percurso total de 2.416km, une o planalto Central -- onde nascem os dois rios que o formam, Almas e Maranhão -- à Amazônia. Corre de início no sentido sul-norte e percorre os estados de Goiás e Tocantins em quase toda sua extensão. Separa os estados de Tocantins e Maranhão e, ao entrar no Pará, recebe pela margem esquerda o Araguaia. Desemboca em seguida num grande estuário, denominado rio Pará, onde suas águas se misturam às dos demais rios da região, entre os quais o Amazonas.
Rio típico de planalto em quase todo seu curso, o Tocantins é navegável em trechos que podem ultrapassar os mil quilômetros de extensão, interrompidos por cachoeiras e corredeiras. Entre as cidades que cresceram em suas margens, destacam-se Itaberaí, em Goiás; Pedro Afonso e Porto Nacional, no estado do Tocantins; Carolina, Imperatriz e Porto Franco, no Maranhão; e São João do Araguaia, Baião, Cametá e Belém, no Pará.
De imenso potencial energético, o Tocantins é um dos fatores de desenvolvimento da região e seu vale destaca-se pela fertilidade das terras e pelas riquezas minerais. Com a abertura da Belém-Brasília, na segunda metade do século XX, a navegação fluvial entrou em decadência, enquanto a cultura do arroz prosperava na maioria das cidades localizadas às margens da rodovia.

Veja também: