Tirol - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Tirol


  Geografia Fisica

Situada no coração da Europa, a região alpina do Tirol tem sido, no decorrer dos séculos, ponto de contato entre a cultura alemã e a italiana.

O Tirol é um estado da Áustria, situado no oeste do país, entre a Itália e a Alemanha, com 12.648km2. O território é cortado pelos Alpes, que ali atingem altitudes superiores a três mil metros. Os desfiladeiros mais conhecidos são os passos de Brenner, ao sul, que liga a Itália à Alemanha, e o de Arlberg, a oeste, entre a Suíça e a Áustria. A população concentra-se nos vales dos rios Inn e Drava, onde o clima favorece a fruticultura e o cultivo de cereais e forragens. As principais cidades são Innsbruck, a capital, Kufstein, Lienz e Solbad Hall.

As atividades agropecuárias compreendem a criação de bovinos e a produção de laticínios. A região produz energia hidrelétrica e conta com jazidas de sal, cobre e magnesita. Após a segunda guerra mundial, surgiram ali pequenas indústrias especializadas: eletrônica, farmacêutica, química, têxtil, metalúrgica, cerâmica, alimentícia e de artefatos de madeira. O turismo, apoiado no alpinismo e em esportes de inverno, é um dos esteios econômicos do estado. Ferrovias e rodovias cortam o vale do Inn, o passo de Brenner e o vale do Drava.

Os réticos, que habitavam a região, foram subjugados por Roma à época de Augusto. Depois instalaram-se na província bávaros, no norte, e lombardos, no sul. Depois de separados da Baviera, os condados tiroleses foram entregues aos bispos de Trento e Brixen. No século XII, os eclesiásticos deixaram o governo a prepostos, os condes do Tirol, que deram nome à região e a dominaram, em parte, durante o século XIII. Em 1363 o território passou à tutela dos Habsburgos. Cedido em 1805 à Baviera, o território fez parte dos domínios de Napoleão durante alguns anos, até ser devolvido em 1814 ao império austríaco. Os Habsburgos conservaram até 1918.

Terminada a primeira guerra mundial, a Áustria cedeu à Itália a região meridional do Alto Adige até o Brenner, onde vivia população de língua alemã. Embora os italianos prometessem autonomia política e cultural a essas minorias do Tirol italiano, o governo fascista suprimiu as associações e jornais alemães e proibiu o ensino da língua alemã. Na segunda guerra mundial, parte dessa população foi transferida para a Alemanha. Em 1946 o sul do Tirol foi novamente cedido à Itália. Outro acordo entre Áustria e Itália renovou as promessas de autonomia para as minorias, as quais não foram cumpridas. Depois de conflitos entre tiroleses italianos e os de língua alemã, a Itália acabou por conceder estatuto especial à minoria alemã do Alto Adige em 1969.


Veja também: