Terra do Fogo - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Terra do Fogo


  Geografia Fisica

O fato de situar-se numa área inóspita e remota não impediu a colonização da Terra do Fogo, nem evitou conflitos em sua divisão entre Chile e Argentina.

A Terra do Fogo é um território insular no extremo meridional da América do Sul, com mais de 73.000km², divididos entre a Argentina e o Chile pelo meridiano 68o36"38" O. A ilha Grande, de forma triangular, está separada do continente pelo estreito de Magalhães, a noroeste, enquanto o canal de Beagle a separa das ilhas de Hoste, Navarino, Lennox e Nueva, ao sul.

A parte norte e leste da ilha Grande, continuação da Patagônia, é baixa e ondulada. A porção oeste e sul, ao contrário, é um prolongamento da cordilheira andina, que, com o nome de cordilheira de Darwin, chega a 1.490m de altitude no pico Cornú. O arquipélago, montanhoso, tem clima frio e úmido. Ventos fortes, predominantes de oeste, provocam frequentes precipitações nas áreas voltadas para o Pacífico. A região montanhosa apresenta bosques de coníferas, substituídos a partir de 500m de altitude pela vegetação de turfa. Acima de 700m, toda cobertura vegetal dá lugar às neves eternas. No leste, os pastos são abundantes, e a precipitação anual não supera 500mm.
A Terra do Fogo foi descoberta em 1520, por Fernão de Magalhães, que lhe deu o nome atual. Os índios ona, alacaluf e yahgan habitavam o território até que, na década de 1880, criadores de gado e garimpeiros de ouro chilenos e argentinos começaram a se estabelecer na região. Em 1881 fixaram-se as fronteiras.

Na economia, são importantes, além dos bosques, os portos pesqueiros de Ushuaia, a cidade argentina mais próxima do pólo sul, e Porvenir, no Chile. A produção de lã e carne ovina é vendida no continente. Em 1945 foi descoberto petróleo em Manantiales, em zona chilena. São poucas as estradas, mas o transporte aéreo e marítimo é adequado



Veja também:




Copyright © 1999 - 2021 - Development by Dolci Tecnologia. Todos os direitos reservados