Tange Kenzo - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Tange Kenzo


  Biografias
Os projetos de Kenzo, que muito influenciaram os arquitetos de seu país, caracterizam-se pelo equilíbrio entre a milenar tradição japonesa e as concepções de utilidade social da arquitetura racionalista do século XX.
Tange Kenzo nasceu em 4 de setembro de 1913, em Imabari, Shikoku, Japão. Cursou arquitetura na Universidade Imperial do Japão entre 1935 e 1938. Após a graduação, trabalhou no escritório de Maekawa Kunio, um dos pioneiros da arquitetura contemporânea do Japão e antigo discípulo de Le Corbusier. De 1942 a 1945 fez cursos de pós-graduação e logo tornou-se professor.
Entre 1946 e 1956, Kenzo executou seu primeiro trabalho de vulto, que o consagrou mundialmente, o Centro da Paz de Hiroxima, um dos marcos da moderna arquitetura japonesa. Na década de 1950, elaborou uma série de projetos, entre os quais um pavilhão para a Feira do Comércio e Indústria de Kobe (1950), os centros cívicos de Tóquio (1952-1960), de Shimizu (1954) e de Kurayoshi (1955) e o centro de artes Sogetsu, em Tóquio (1956). Na maior parte desses trabalhos, procurou conciliar a utilidade social das formas geométricas e das esquadrias de aço com a elegância e a simplicidade estrutural que caracterizam as construções japonesas. Realizou uma experiência importante ao projetar um conjunto de casas geminadas em Takamatsu, capital da província de Kagawa (1959).
Em 1960, Tange Kenzo escreveu dois livros: Um plano para Tóquio e Katsura: tradição e criação na arquitetura japonesa. A partir dessa época, seus projetos evoluíram para uma monumentalidade estilizada, com o emprego de concreto armado e formas mais audazes. Exemplo desses trabalhos são o Estádio Nacional de Tóquio, erguido para os Jogos Olímpicos de 1964; a catedral de Santa Maria, em Tóquio (1962-1964); o plano principal para os pavilhões da Expo 70, em Osaka; e o aeroporto do Kuwait (1969). Escreveu ainda o livro Protótipo da arquitetura japonesa (1962). Nos estudos que realizou posteriormente, publicados em Arquitetura e desenho urbano (1975), Tange Kenzo buscou soluções urbanísticas para melhorar as condições de vida nas superpovoadas cidades japonesas.

Veja também: