Tâmara - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Tâmara


  Botânica
Nativa da Ásia, a tamareira se tornou a palmeira mais característica dos oásis, nos desertos e regiões áridas do norte e leste da África. Rica em vitaminas A, B1 e B2, e com cerca de sessenta por cento de teor de açúcar, a tâmara é o alimento básico no mundo árabe, onde a consomem de diversas maneiras.
Tâmara é o fruto da tamareira (Phoenyx dactylifera), que, como todas as palmeiras e coqueiros, pertence à família das palmáceas. Seu caule ou estipe chega a vinte metros de altura e é coroado por um penacho de grandes folhas ou palmas, cada uma com extensão média de cinco metros. A espécie é dióica, ou seja, as flores masculinas e femininas dão em pés separados. Feita a fecundação, quer pelo vento ou outros agentes, quer por meios artificiais, formam-se os cachos de até mil frutos.
A frutificação da tamareira inicia-se entre os seis e os oito anos, atinge o auge em torno dos trinta e eventualmente se prolonga até cem anos ou mais. Todas as partes da planta encontram aplicações práticas. As tâmaras, das quais se extraem bebidas e vinagre, variam muito no tamanho e no aspecto, conforme a variedade e a região, e normalmente são exportadas secas.
A multiplicação feita por caroços dá resultados incertos quanto ao sexo e tipo da futura palmeira; feita por mudas já enraizadas, que se erguem da base do estipe, reproduzem fielmente todas as características da planta-mãe. Egito, Arábia Saudita e Iraque estão entre os grandes exportadores de tâmaras, que também são comuns em países asiáticos como a Índia e Bangladesh.

Veja também: