Sumatra - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Sumatra


  Geografia Fisica

Uma das maiores ilhas da Indonésia, Sumatra encanta pela variedade de culturas que abriga em seu território.

Sumatra é, dentre as Grandes Ilhas de Sonda, a segunda em extensão, com área de 473.606km2, incluindo as pequenas ilhas vizinhas. Está separada da península malaia pelo estreito de Malaca, assim como de Java, ao sul, pelo estreito de Sonda. As montanhas Barisan cortam a ilha de sudeste a noroeste, numa extensão de 1.600km, e comportam muitos lagos, dos quais o Toba, com 1.300km2, é o maior. A oeste, planícies litorâneas estreitas e descontínuas, limitadas por altas falésias, contrapõem-se à vasta planície aluvial do leste, cujas terras são drenadas por muitos rios, dentre os quais o maior é o rio Hari, navegável por 480km.

Cortada pela linha do equador, a ilha tem clima quente e úmido e a temperatura média anual atinge 27o C. Espessa floresta equatorial recobre grande parte do território. A fauna da ilha inclui, entre outros animais, orangotangos, diferentes espécies de macacos, elefantes, antas, tigres e rinocerontes.

Os habitantes de Sumatra pertencem à raça mongólica e ao grupo lingüístico malaio-polinésio. A religião muçulmana predomina, mas há também adeptos do cristianismo e do animismo. As principais cidades da ilha, em cuja arquitetura há mistura de casas holandesas, vivendas malaias de bambu e mercados árabes, são Palembang, Medan e Padang, mas cerca de noventa por cento da população vive na zona rural.

Do século VIII ao XIII, a ilha esteve em parte sob o domínio do reino Srivijaya. Entre os séculos XIV e XVI, os estados de Sumatra ficaram submissos ao reino javanês de Majapahit, após o que a ilha se dividiu entre os sultanatos de Malaca, Djambi, Palembang e o de Atjé. Os portugueses chegaram à ilha no século XVI, seguidos dos holandeses e ingleses no século XVII. Entre 1942 e 1945 Sumatra foi ocupada pelos japoneses, mas em 1950 a ilha se integrou à República da Indonésia, embora nos últimos anos do século XX tenha manifestado tendências separatistas.

A maior riqueza mineral da ilha é o petróleo, encontrado sobretudo em Palembang. Grande parte da madeira da Indonésia vem de Sumatra, onde há também grandes plantações de seringueira, fumo, café, chá, quina, algodão, arroz e batata-doce. A ilha é servida por uma rede de estradas de ferro, e as maiores cidades são servidas por companhia aérea indonésia.


Veja também: