Sistema Mississippi-Missouri - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Sistema Mississippi-Missouri


  Geografia Fisica

Com uma extensão de 6.210km, o sistema fluvial dos rios Mississippi e Missouri percorre uma vasta região da América do Norte e sobressai como um dos mais longos do mundo, só inferior aos do Amazonas e Nilo.

A imensa bacia do Mississippi-Missouri estende-se desde as montanhas Rochosas até os montes Apalaches. Banha 31 estados americanos e duas províncias canadenses, num total de 3.221.183km². Embora o Mississippi, com 3.778km, seja tradicionalmente considerado o rio principal, o Missouri é mais extenso (3.968km). Os dois rios  unem-se 16km ao norte da cidade de Saint Louis.

Mississippi. O rio Mississipi atravessa os Estados Unidos quase de um extremo ao outro, no sentido norte-sul. Nasce no pequeno lago de Itasca, em Minnesota, 450m acima do nível do mar, e em seu curso superior, até as cidades gêmeas de Minneapolis e Saint Paul, avança por terras baixas e pantanosas. Desse ponto em diante, seu curso é perturbado por corredeiras e quedas d`água. Os afluentes mais importantes do segmento superior são: Minnesota e Des Moines, pela margem direita, e Wisconsin, pela esquerda. O trecho médio recebe pela direita as águas do Missouri e pela esquerda as do Illinois e do Ohio.

O alto e o médio Mississippi têm enchentes na primavera, resultantes do derretimento das neves no norte do continente. Nos solos ricos e planos dessa região vicejam magnificamente cereais como milho, trigo e cevada, componentes do Corn Belt (cinturão do milho). Mais ao norte, abrem-se as amplas pastagens cultivadas do Dairy Belt (cinturão dos laticínios), no centro de Wisconsin e Minnesota.


Missouri. O rio Missouri tem origem no planalto das Rochosas, no estado de Montana, cerca de 1.200m acima do nível do mar. Embora mais longo que o Mississippi, tem bacia muito menor, com 1.371.146km², dos quais 6.600km2 em terras canadenses. Quase todos os seus afluentes desembocam na margem direita: Yellowstone, Little Missouri, Platte, Kansas etc.

Grande parte da área banhada pelo Missouri apresenta clima desértico frio e, por isso, sempre exerceu um papel histórico menos destacado que o do Mississippi. De regime mais irregular, o Missouri apresenta também cheias de primavera, quando atinge mais de 1.500m de largura, mas na vazante se torna um riacho insignificante. Próximo às cabeceiras, a montante de Great Falls, no sopé das Rochosas, seu curso é francamente torrencial. No curso médio, percorre os vastos planaltos sedimentares das Great Plains (Grandes Planícies), e seu leito é largo.


Baixo curso. A região que vai da confluência com o Ohio até a foz constitui o baixo curso do Mississippi-Missouri. Os afluentes mais importantes desse trecho são os da direita: Arkansas e Red. Num longo delta em forma de pé de pato, o Mississippi desemboca no golfo do México com descarga média anual de 17.000m³ por segundo, cerca de um décimo da média do rio Amazonas. Realizaram-se obras de hidráulica fluvial para assegurar o acesso de navios de grande calado ao porto de Nova Orleans.

A localização do Mississippi, no centro dos Estados Unidos, fez do rio uma das mais utilizadas hidrovias comerciais do mundo. Os principais produtos transportados, em termos de volume, são petróleo e seus derivados, carvão e coque, ferro e aço, produtos químicos etc. Sua importância como via de transporte cresceu na segunda metade do século XX, após a entrada em operação de um complexo sistema de controle da vazão das águas.

 


Veja também: