Sir William Ramsay - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Sir William Ramsay


  Biografias
As pesquisas do químico William Ramsay levaram à descoberta de quatro novos gases nobres: neônio, argônio, criptônio e xenônio. A importância desses feitos lhe rendeu o Prêmio Nobel de 1904.
William Ramsay nasceu em Glasgow, Escócia, Reino Unido, em 2 de outubro de 1852. Estudou nas universidades de Heildelberg, onde foi aluno do químico Robert Bunsen, e de Tübingen, na Alemanha, e lecionou nas universidades de Bristol e Londres, no Reino Unido, entre 1880 e 1913. No início de sua carreira de pesquisador, estudou a ação fisiológica dos alcalóides (complexos compostos químicos derivados dos vegetais) e estabeleceu sua relação com a piridina, composto orgânico que contém nitrogênio e de estrutura química semelhante à do benzeno.
Em 1892, o físico britânico John William Rayleigh desafiou os cientistas a explicarem a diferença entre o peso atômico do nitrogênio presente em compostos químicos e o do nitrogênio mais pesado, encontrado na atmosfera. Ramsay levantou a hipótese de que o nitrogênio do ar continha invariavelmente um gás pesado até então não descoberto. Em colaboração com Rayleigh, criou um método para remover totalmente o nitrogênio e o oxigênio do ar. Em 1894, a dupla confirmou a suposição ao descobrir um elemento gasoso quimicamente inerte, mais tarde denominado argônio, que corresponde a um por cento da composição do ar.
Em 1898, em parceria com o químico britânico William Travers, Ramsay conseguiu isolar o neônio, o criptônio e o xenônio. Também demonstrou que o mais leve dos gases nobres, o hélio, era produzido de forma contínua a partir da decomposição radioativa do rádio, descoberta de fundamental importância para o avanço da física atômica. Sagrado cavaleiro em 1902, Ramsay publicou várias obras sobre química e morreu na localidade de High Wycombe, Buckinghamshire, Reino Unido, em 23 de julho de 1916
                                 l

Veja também: