Selênio - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Selênio


  Bioquímica
Com propriedades químicas intermediárias entre os metais e os ametais, o selênio é um metalóide utilizado na fabricação de células fotoelétricas e vidro.
Selênio é um elemento químico do grupo VIa da tabela periódica, de símbolo Se, com propriedades químicas e físicas muito semelhantes às dos elementos enxofre e telúrio. Foi reconhecido como elemento em 1818 pelo químico Jöns Jacob Berzelius. Existe sob diferentes formas, das quais as três principais são a amorfa (não-cristalina), que é vermelha na forma de pó e negra na forma vítrea; a cristalina, que é vermelha; e a metálica cinza, também cristalina.
Das três, a forma metálica é a mais estável em condições normais; as outras se convertem na forma metálica muito lentamente a temperatura ambiente. O selênio é amplamente encontrado na natureza, mas em pequenas quantidades. Aparece como impureza, sob a forma de selenetos em minérios constituídos sobretudo de sulfetos metálicos de cobre, ferro, chumbo etc.
É muito utilizado em retificadores que convertem corrente alternada em contínua. Como sua condutividade aumenta em presença de luz, e porque pode converter a luz diretamente em eletricidade, é empregado em células fotoelétricas, em fotômetros e células solares. Quando introduzido em pequenas quantidades no vidro, o selênio serve como descorante, mas em grandes quantidades dá ao vidro uma coloração vermelha, útil em sinais luminosos. É também usado na manufatura de esmaltes para cerâmicas e derivados do aço, assim como na vulcanização da borracha para aumentar a resistência à abrasão.
-t

Veja também: