Samuel Wainer - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Samuel Wainer


  Biografias
Uma das figuras centrais do dramático período da história brasileira que culminou no suicídio do presidente Vargas, Wainer revolucionou a imprensa ao lançar, em 1951, o jornal Última Hora.
Samuel Wainer nasceu em 16 de janeiro de 1912, em São Paulo SP. Filho de imigrantes, abandonou o curso de farmácia pelo jornalismo. Começou como repórter, em 1930, no jornal carioca Diário de Notícias. Aos 26 anos, fundou a revista antifascista Diretrizes, fechada em 1944 por Getúlio Vargas. Uma entrevista por este concedida ao então repórter do Diário Carioca, em 1949, os aproximou.
Em 1951, Wainer fundou Última Hora, porta-voz do getulismo, com apoio de Vargas. Uma campanha movida por Carlos Lacerda, proprietário da Tribuna da Imprensa, acusou Wainer de ter recebido ajuda financeira e fiscal de Vargas para fundar seu jornal. Em 1953, criou-se uma Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar o caso. Wainer foi preso em 1955, mas o jornal se manteve.
Quando, em 1964, Wainer teve seus direitos políticos cassados, exilou-se no Chile e depois na França. Voltou ao Brasil em 1967 e tentou reerguer o Última Hora, mas em 1971 foi forçado a vendê-lo para pagar dívidas. Morreu em 2 de setembro de 1980, em São Paulo, sem concluir suas memórias, Minha razão de viver, publicadas postumamente (1988)

Veja também: