Salsaparrilha - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Salsaparrilha


  Botânica
Outrora base de um tônico popular, com propriedades diuréticas, anti-reumáticas, febrífugas e depurativas, a salsaparrilha é mais usada atualmente para dar gosto a remédios. Uma bebida refrescante é também obtida das raízes de algumas espécies americanas.
O nome salsaparrilha se aplica às plantas trepadeiras e espinhosas do gênero Smilax da família das liliáceas, a mesma dos lírios e da cebola. Perenes, com rizoma lenhoso e grosso, têm folhas grandes, com até 12cm de comprimento por nove de largura, e numerosas gavinhas que lhes servem para aderir aos suportes. As flores, discretas, esverdeadas, de 3 a 15, agrupam-se em cachos (umbelas). Os pequenos frutos, a princípio avermelhados, tornam-se com o tempo quase negros.
Há espécies que vegetam em regiões temperadas da Europa, como a orla do Mediterrâneo, mas a maioria é nativa da grande faixa costeira que se estende do México ao Peru. Entre as espécies mais exploradas comercialmente estão a salsaparrilha do México (Smilax aristolochiaefolia), a de Honduras (S. regelii) e a do Equador (S. febrifuga). O nome japecanga se aplica, como sinônimo, a diversas espécies brasileiras, que ocorrem principalmente na vegetação do cerrado e da Amazônia: é o caso da salsaparrilha-de-botica (S. officinalis), também conhecida como japecanga-mineira, e de S. brasiliensis, ou japecanga-miúda.

Veja também: