Ruth Benedict - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Ruth Benedict


  Biografias

As teorias de Ruth Benedict exerceram profunda influência sobre a antropologia cultural, sobretudo  no estudo das relações entre cultura e personalidade.

Ruth Benedict, Ruth Fulton em solteira, nasceu em 5 de junho de 1887 em Nova York. Formada em literatura inglesa, continuou a escrever poesia, sob o pseudônimo de Anne Singleton, até a década de 1930. Desde sua iniciação nas ciências sociais, na década de 1920, concebeu as culturas como construções integradas de elementos intelectuais, religiosos e estéticos. Orientada por Franz Boas, doutorou-se na Universidade de Colúmbia, onde lecionaria a partir de 1930, com a tese The Concept of the Guardian Spirit in North America (1923; O conceito do espírito guardião na América do Norte), sobre um mito onipresente entre os índios americanos.

O trabalho de campo levou-a a pesquisar tribos como os serranos da Califórnia e os pés-pretos canadenses; suas pesquisas sobre folclore e religião resultaram em Zuñi Mythology (1935; Mitologia zuñi). Em Patterns of Culture (1934; Padrões de cultura), obra traduzida para 14 línguas, observou que os vários aspectos da vida social -- conceitos de propriedade, crenças religiosas e rituais -- podem ser infinitamente variados e combinados em diferentes  configurações. Cada cultura seleciona apenas certos elementos para seu padrão e dá mais ênfase a uns do que a outros. "Uma cultura mal reconhece valores monetários; outra as torna fundamentais em todas as áreas comportamentais."

Outras obras importantes foram Race: Science and Politics (1940; Raça: ciência e política) e The Chrysanthemum and the Sword (1946; O crisântemo e a espada), sobre a cultura japonesa. Benedict morreu em 17 de setembro de 1948, em Nova York.


Veja também: