Rubídio - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Rubídio


  Bioquímica
Considerado raro no século XIX, o rubídio é o 16º elemento em abundância na crosta terrestre, e um dos metais mais reativos.
Rubídio é o elemento químico de símbolo Rb, pertencente ao grupo Ia (metais alcalinos) da tabela periódica de elementos. É um metal mole, de tonalidade branco-prateada, que pode liquefazer-se à temperatura ambiente. Deve o nome ao vermelho-escuro das raias de seu espectro. Descoberto em 1861 por Robert Bunsen e Gustav Kirchhoff (que utilizaram as águas minerais de Dürkheim e o minério lepidolita), o rubídio ocorre combinado em metais como a carnalita, a polucita, a leucita e a zinvaldita. Pode ser retirado da salmoura dos lagos ricos em sais de potássio ou preparado em laboratório por redução do cloreto de rubídio com cálcio ou por outros métodos.
O rubídio arde espontaneamente no ar e reage violentamente em presença de água. A solução resultante, de hidróxido de rubídio (RbOH) e hidrogênio, irrompe em chamas. O rubídio é conservado, por essa razão, em óleo mineral seco ou numa atmosfera de hidrogênio. Devido à fácil ionização, é usado como fonte de íons em foguetes espaciais. Emprega-se também na fabricação de vidros especiais, nas células fotoelétricas e em relógios atômicos. O rubídio ocorre na natureza em duas variedades isotópicas: Rb 85 e Rb 87, bastante radioativas.
{display:b

Veja também: