Rodes - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Rodes


  Geografia Fisica

Situada próxima ao litoral da Anatólia, a ilha de Rodes é, desde a antiguidade, uma das principais portas de entrada do Mediterrâneo.
Rodes é a maior ilha do arquipélago do Dodecaneso, Grécia, com capital na cidade de Rodes. Encravada no mar Egeu e separada da Turquia pelo estreito de Dardanelos, sua superfície é de 1.398km2. O monte Atáviros, com 1.215m, é o pico mais elevado da cadeia montanhosa que cruza a ilha, de clima tipicamente mediterrâneo. Rios de regime intermitente cortam o território da ilha.
A história de Rodes começou com a ocupação da ilha pelos dórios, que já haviam conquistado a Grécia continental. Nos séculos VI e V a.C., Rodes esteve ao lado de Atenas mas, no ano 412, aliou-se a Esparta. Em 227 a.C, um terremoto devastou a ilha e destruiu a estátua do Colosso de Rodes, uma das sete maravilhas do mundo, erguida no início do mesmo século. No ano 43 a.C., durante o triunvirato de Antônio Otávio e Lépido, Rodes foi saqueada pelo conspirador Gaio Cássio por lhe ter recusado seu apoio. Depois disso, nunca mais recuperou sua importância comercial.
Incorporada ao império bizantino, a ilha caiu duas vezes em poder dos árabes, por um curto período de tempo. Mais tarde, entrou na órbita de influência de Veneza. Em 1309, os cavaleiros hospitalários da ordem de São João de Jerusalém apoderaram-se da ilha e a transformaram numa fortaleza contra os turcos, que só conseguiram expulsar os invasores em 1º de janeiro de 1523. Mantida sob domínio turco até 1912, Rodes foi posteriormente ocupada pela Itália e transformada em capital do arquipélago do Dodecaneso. Após a segunda guerra mundial passou a integrar a Grécia.
A economia de Rodes concentra-se na produção de vinhos, cereais e frutas, em especial as cítricas. O turismo, porém, constitui a principal fonte de riqueza, pois Rodes foi importante centro artístico e cultural durante a época clássica. Além disso, monumentos medievais conservam traços da presença dos cruzados na ilha.

 

Veja também: