Rio Ural - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Rio Ural


  Geografia Fisica
Outrora denominado Yaik, o rio Ural percorre lentamente uma planície semidesértica antes de desaguar no Mar Cáspio e por tradição é considerado um dos limites entre a Europa e a Ásia.
O Ural nasce na porção meridional dos montes Urais, em terras da Rússia, e segue para sul através das áreas montanhosas. Banha Magnitogorsk, importante centro industrial, e Orsk. Penetra no Casaquistão, onde inicia os cursos médio e inferior, a princípio de leste para oeste, mas tomando o rumo norte-sul a partir de Uralsk. Desemboca no extremo setentrional do mar Cáspio, junto a Guriev, onde forma um delta pantanoso. A escassez das precipitações em sua bacia, de 237.000km2, explica a vazão média relativamente baixa na embocadura, 400m3 por segundo, que aumenta com o degelo da primavera. A superfície do rio permanece gelada de novembro a abril.
Em seu curso de 2.428km o Ural recebe muitos afluentes, entre eles o Sakmara, pela margem direita, e o Ilek, pela esquerda. Devido às pequenas profundidades, o rio, cuja largura varia entre 70 e 150m, só é navegável num breve trecho abaixo de Uralsk. Perto dessa cidade empreendeu-se, na década de 1970, a construção de um canal para acrescentar ao Ural caudais extraídos do Volga.
O papel econômico exercido pelo Ural é importante para os países que atravessa. No Casaquistão, ele fornece água para as pastagens e irriga as culturas de cereais, além de servir a centros petrolíferos e pesqueiros. Para a Rússia o rio é vantajoso por dispor de prósperos centros industriais, dedicados principalmente à siderurgia. Uma barragem e uma estação hidroelétrica foram construídas em Iriklinski, ao sul de Magnitogorsk.