Rio Sena - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Rio Sena


  Geografia Fisica
O Sena representa mais que um rio exaltado na tradição romântica. Devido a seu leito pouco acidentado, é uma importante via de transporte, que serve à capital da França há séculos.
Segundo rio da França em extensão depois do Loire, o Sena nasce no planalto de Langres a 471m de altitude e trinta quilômetros a oeste de Dijon. Percorre 780km na direção noroeste até desembocar no canal da Mancha, num estuário de dez quilômetros de comprimento. Sua bacia ocupa uma área de 78.700km2, correspondente a um sétimo do território da França.   Desde a Idade Média o Sena tem sido o rio de Paris por excelência. A bacia de Paris, onde nasceu o reino francês, permanece como centro econômico, político e cultural da França e, em muitos aspectos, da Europa.
Após a nascente, o Sena recebe o Aube pela margem direita e continua na direção oeste. Em Montereau lhe chega o Yonne pela margem esquerda. Na Île-de-France, na planície de Val-de-Seine, ramifica-se em vários braços e prossegue na direção oeste até receber o Marne pela direita. Em Paris, onde é contido por grandes muralhas de pedras, forma a Île-de-la-Cité, que divide a cidade em duas áreas distintas: a da margem esquerda, Rive Gauche, e a da margem direita, Rive Droite. Pontes famosas ligam as duas margens e formam paisagens conhecidas no mundo todo. O Sena banha ainda Troyes, Montereau e Châtillon, além de Rouen, onde funciona um dos mais movimentados portos da França, junto com os de Havre e Paris.
O Sena apresenta regime pluvial. As fortes chuvas no planalto de Langres provocam o acúmulo das águas, de lento escoamento devido ao fraco desnível da região percorrida, e só atingem Paris após dez dias de trajeto. Como as precipitações são regulares, o fluxo de água é abundante em todas as estações e a fim de controlá-lo foram realizadas obras de retificação das margens, alçamento de cais, alargamento de braços secundários e construção de barragens.
O curso superior do rio Sena é navegável, assim como seus afluentes, entre os quais se incluem ainda o Oise e Eure. Canais fazem a ligação do Sena com os rios Loire, Ródano e Reno, além de rios da Bélgica, e ampliam sua capacidade de navegação e de comunicação. O rio, especialmente no curso inferior, é uma das principais rotas hidroviárias da França, por onde se transportam principalmente materiais de construção e derivados de petróleo.

Veja também: