Rio Mondego - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Rio Mondego


  Geografia Fisica

Inteiramente português, ao contrário dos outros grandes rios do país (Tejo, Minho, Douro e Guadiana, que nascem na Espanha), o Mondego banha a cidade de Coimbra, sede da famosa universidade.

O rio Mondego tem sua cabeceira a 1.425m de altura, na serra da Estrela, principal centro dispersor de águas de Portugal. Corta, no início, terrenos antigos da região montanhosa da Beira e neles entalha profundos desfiladeiros no sentido nordeste. Em Celorico da Beira, o rio descreve um pronunciado cotovelo e passa a correr para sudoeste. Quando alcança a cidade de Penacova, alarga-se bastante e acaba por se lançar no oceano Atlântico em Figueira da Foz, após ter percorrido 227km.

Em Coimbra, o rio Mondego forma a ilha da Ereira e, junto a Figueira da Foz, a da Morraceira. Seus principais afluentes são, na margem direita, o Dão, e na margem esquerda o Alva, o Ceira e o Arunca. Desde o século XIX se busca regularizar o leito irregular do rio, de modo a atenuar os efeitos devastadores das cheias e aumentar a fertilidade característica dos famosos campos do Mondego. Para evitar tais transtornos, controem-se aterros protetores e, em alguns trechos, desvia-se o curso do rio.


Veja também: