Resíduos gasosos industriais - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Resíduos gasosos industriais


  Meio Ambiente

Resíduos gasosos são comuns na natureza - eles são fruto da eliminação de materiais e elementos químicos naturalmente por plantas, animais e toda e qualquer espécie de matéria sobre a terra.

No entanto, quando esses resíduos são frutos de indústrias, tudo fica muito mais difícil de ser controlado e manejado: afinal de contas, eles também são uma forma de poluição - e diferente da poluição tradicional, como acúmulo de lixo, ou abandono de entulhos em lugares impróprios, não há maneira de se contê-lo, e seu tratamento depois de ser lançado na atmosfera é praticamente impossível.

Esse tipo de resíduo é resultado de grandes indústrias e os processos químicos que acontecem dentro delas, fazendo com que a combustão de materiais - muitas vezes para a formação de outros - acabe por lançar na atmosfera todo tipo de resíduos tóxicos, que não apenas causam danos imediatos - as fumaças que vemos em cima de grandes metrópoles, a dificuldade e problemas respiratórios em crianças e idosos e incidência cada vez maior de problemas dessa mesma área em adultos, de outra forma, completamente saudáveis -, como também são uma das maiores causas para o aumento do buraco na camada de ozônio.

É claro que há, em todos os países do mundo, políticas públicas e leis que coíbem esse tipo de emissão de gases na atmosfera. Existem também certos requisitos que todas as indústrias têm de lançar mão para poderem ter autorização para funcionar com este tipo de emissão - o que acontece, no entanto, é que n]ao há fiscalização o suficiente para garantir a vigência de tais leis.

Uma vez emitido para a atmosfera é praticamente impossível tratar este tipo de resíduo. No entanto, antes de ser colocado para fora das indústrias, ele pode ser contido e tratado, diminuindo - quando não eliminando completamente - a sua capacidade de poluição.

Quando é emitido sem tratamento, este tipo de resíduo é o que gera a chamada "chuva ácida": ela é a chuva que, apesar de se iniciar naturalmente, acaba por conter tantos componentes poluentes em si - resultado da emissão não tratada de resíduos gasosos e gases tóxicos na atmosfera - que se torna prejudicial, podendo causar problemas de pele, dificuldade para o nascimento de plantas e vegetais, problemas respiratórios diversos.

As leis existem, e o problema é sério e urgente. É necessário que a sociedade se faça ouvir para que este tipo de poluição diminua e, com o tempo, verdadeiramente acabe.


Veja também: