Resfriado - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Resfriado


  Patologias

De natureza branda e passageira, o resfriado apresenta sintomas variáveis de pessoa para pessoa, mas num mesmo indivíduo os sintomas tendem a se repetir a cada infecção.

Resfriado é uma infecção virótica que começa nas vias respiratórias superiores, dissemina-se por vezes pelas inferiores e pode contribuir para infecções secundárias nos olhos ou nos ouvidos médios. Propaga-se pelo contato de pessoa a pessoa. A fase de incubação é curta -- em geral de um a quatro dias. Os vírus começam a propagar-se da pessoa infectada antes que os sintomas apareçam e a contaminação chega ao auge durante a fase sintomática.

Costuma provocar mudanças patológicas na membrana mucosa do nariz -- das fossas nasais, da nasofaringe e de outras passagens respiratórias superiores; tais mudanças podem incluir inchação dos tecidos, congestão sanguínea e secreção de fluidos. Durante a fase aguda da doença, o aumento do nível seroso altera as secreções respiratórias. Também podem-se encontrar, nos fluidos, restos de células. A restauração dos tecidos é rápida e aparentemente completa, embora possa existir relação entre resfriados e distúrbios respiratórios mais sérios.

Os sintomas do resfriado podem incluir espirros, cefaleia, fadiga, calafrios, dor de garganta, inflamação do nariz e coriza. Em geral não há febre, e os sintomas costumam durar apenas alguns dias. O surgimento da coriza é o primeiro indício de resfriado. As secreções, de início líquidas, claras e abundantes, posteriormente engrossam, aumentam seu conteúdo de muco e pus, e podem tomar a cor amarelo-esverdeada, com traços de sangue. A tosse pode ser seca ou conter grandes quantidades de muco. O resfriado diferencia-se da gripe por esta apresentar sintomas mais intensos, como temperatura elevada e dores generalizadas no corpo e na cabeça.

O quadro patológico do resfriado pode encobrir doenças mais sérias, mas de sintomatologia inicial semelhante, como tuberculose, bronquite e abscesso pulmonar. Na maioria das vezes, o tratamento do resfriado é dirigido à redução dos sintomas, junto com repouso e ingestão adequada de líquidos. Ocasionalmente são ministrados antibióticos para evitar infecções secundárias.


Veja também: