Recife - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Recife


  Geografia Fisica
Os recifes representam grande perigo para a navegação, por formarem bancos rochosos que emergem à superfície dos oceanos. Sua freqüência no litoral do Nordeste brasileiro deu nome a uma das mais importantes capitais da região.
Localizados em mares tropicais sem correntes frias e com águas limpas, oxigenadas e ricas em matérias-primas, os recifes (ou arrecifes) são formações rochosas que se estendem a certa distância da costa ou diretamente sobre ela. Dividem-se em dois grandes grupos: os recifes de corais e os de arenito. Os recifes de corais são formações calcárias constituídas principalmente de algas e esqueletos de animais que vivem em colônias. Os de arenito são originados da cimentação de bancos de areia. O elemento aglutinador pode ser carbonato de cálcio ou óxido de ferro.
Os recifes ocorrem em áreas costeiras de pouca profundidade, cujo relevo apresenta um declive suave em direção às regiões abissais. Podem formar uma muralha afastada (recife de barreira); prender-se à terra num lado enquanto o outro cresce mar adentro (recife de franja); ou apresentar a forma circular (atol).
No Brasil, a maioria dos recifes é de arenito consolidado pelo carbonato de cálcio produzido da dissolução de conchas. Do Ceará até o arquipélago dos Abrolhos, no sul da Bahia, verifica-se ao longo da costa uma muralha intermitente de recifes de arenito e coral. No litoral nordestino, é comum o aparecimento de recifes duplos ou triplos, que formam linhas paralelas à costa. A nordeste de Maceió registra-se a existência de um recife de arenito que repousa sobre bancos de coral. Em certos locais, como, por exemplo, o cabo de Santo Agostinho, os recifes de arenito descansam diretamente sobre o granito. Já em outros pontos, como em Mamanguape e Natal, sobre o material terciário, caso em que formam recifes do tipo franja.

Veja também: