Quaresmeira - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Quaresmeira


  Botânica
De dezembro a abril há quaresmeiras em flor, ora roxas ou rosas, ora lilases ou com detalhes brancos nas pétalas, com a aparência de enormes buquês em harmonioso contraste com o verde da mata. É no entanto na época da Quaresma que a floração se torna mais generalizada e abundante.
Quaresmeira ou quaresma é uma planta do gênero Tibouchina, da família das melastomatáceas. Freqüente nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais, ocorre também em outros, como Bahia, Santa Catarina e Pará. As espécies mais conhecidas são árvores de até 12m e arbustos de cerca de dois metros, que tanto surgem na vegetação espontânea quanto em jardins e parques. Distinguem-se facilmente pela aparência das folhas, pilosas, ovais ou ovais-lanceoladas, cujas nervuras -- em geral de cinco a sete -- ficam bem salientes contra o verde-escuro do fundo.
Entre as árvores, destacam-se a quaresmeira-roxa (Tibouchina granulosa), a quaresmeira-rosa (T. stenocarpa) e o chamado manacá-da-serra ou manacá-paulista (T. mutabilis). Entre os arbustos, estão a quaresmeira-de-jardim (T. grandifolia), a quaresmeira-do-brejo (T. multiceps), a quaresmeira-do-campo (T. frigidula) e a quaresmeira-mirim (T. martialis). As plantas de ambos os grupos se propagam por sementes, por estacas semilenhosas ou por alporquia. No primeiro caso, as flores nem sempre conservam a coloração da planta-mãe. Na propagação pelos outros dois métodos, as plantas reproduzem fielmente as características daquela que lhes deu origem. Arbusto ou árvore, a quaresmeira se dá melhor em solos úmidos e ricos em matérias orgânicas.
h

Veja também: