Pulgão - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Pulgão


  Artrópodes

Fixados nas partes tenras das plantas, os pulgões se multiplicam rapidamente e excretam uma substância açucarada de que algumas formigas se alimentam. Para garantir o fornecimento desse produto, que obtêm comprimindo os pulgões numa espécie de ordenha, as formigas protegem-nos das intempéries transferindo-os das partes murchas ou danificadas das plantas para outras mais sadias.

Pulgão ou piolho-das-plantas é um minúsculo inseto homóptero da família dos afídeos. A mesma espécie pode assumir formas diferentes: sem asas, com asas rudimentares ou com quatro asas membranosas. Nas formas ápteras, mesotórax, metatórax e abdome fundem-se numa só peça. Seu abdome é dotado de dois pequenos tubos, denominados cornículos, por onde o inseto elimina cera. A reprodução sexuada resulta em ovos que sobrevivem ao inverno. Durante o verão, ocorre a reprodução por partenogênese (sem fertilização) e com isso as colônias aumentam extraordinariamente em poucos dias. Algumas espécies procriam anualmente até vinte gerações.

Praga agrícola, o pulgão inibe o crescimento dos vegetais, causa cecídeos -- malformações ou hipertrofia dos tecidos vegetais --, transmite viroses e deforma ou destrói os brotos, botões, folhas e flores de onde extrai a seiva, que constitui sua alimentação exclusiva. O combate aos pulgões é feito com a aplicação de inseticidas diluídos em água.


Veja também: