Polinésia - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Polinésia


  Geografia Fisica
Um povo de traços intermediários entre as raças branca e amarela conferiu unidade cultural à dispersa região insular da Polinésia, cujo nome significa em grego "muitas ilhas".
Polinésia é um grupo etnogeográfico de ilhas situado no centro do oceano Pacífico, no leste da Oceania, da qual constitui uma das quatro divisões (as outras são Austrália, Melanésia e Micronésia). As ilhas polinésias cobrem uma vasta área triangular, com vértices nas ilhas de Havaí, Nova Zelândia e Páscoa. Consta das ilhas e arquipélagos de Nova Zelândia, Samoa, Cook, Polinésia Francesa (formada pelas ilhas da Sociedade, Tuamotu, Gambier, Austrais e Marquesas), Havaí, Tokelau, Tuvalu (ex-Ellice), Tonga, Wallis, Futuna, Pitcairn e Páscoa.
Excetuada a Nova Zelândia, com características geológicas semelhantes às da massa continental australiana, as demais ilhas dividem-se em dois tipos básicos: baixas e altas. As ilhas baixas são de origem coralígena, construídas sobre plataformas que se elevam das profundidades oceânicas. Apresentam-se como faixas estreitas, nunca superiores a 900m de largura, e de pequena altitude, raramente com mais de sete metros acima do nível do mar. Têm forma oval e cercam lagoas de tamanho variado. No arquipélago de Tuamotu registra-se a maior concentração de atóis. Formada principalmente por rocha sólida recoberta de areia e coral, a superfície das ilhas baixas tem como principal cobertura vegetal coqueiros, palmeiras e árvores de fruta-pão.
As ilhas altas são de origem vulcânica e apresentam condições bem mais favoráveis ao estabelecimento de população. Grandes, quando comparadas às superfícies dos atóis, dispõem de água e solos férteis e, em conseqüência, de maior variedade de espécies vegetais. Quando as condições climáticas permitem, cultivam-se cana-de-açúcar, café, arroz, cacau e frutas, principalmente destinados à exportação. As ilhas Havaí constituem o melhor exemplo de ilhas do tipo vulcânico, onde grandes plantações têm sido desenvolvidas. O clima é tropical em quase todas as ilhas, mais úmido nas vulcânicas que nas coralinas. Na fauna abundam os répteis, as aves e os animais marinhos.
População. Uma população de origem européia e asiática convive em muitas ilhas com os polinésios, cujos traços raciais mais característicos são a cor moreno-clara de sua pele, a estatura elevada, a compleição robusta e o cabelo ondulado. As línguas polinésias, com mais de trinta variantes, pertencem à família malaio-polinésia. A maior parte da população da Polinésia vive no Havaí. Outras ilhas com densidade demográfica significativa são Samoa Ocidental e as da Polinésia Francesa. Em geral, a população tende a concentrar-se nas cidades e no litoral.
A economia, baseada tradicionalmente na agricultura de subsistência e na pesca, tem-se diversificado com a introdução de culturas comerciais. Os principais produtos de exportação são coco, copra, açúcar, abacaxi, manga, frutas cítricas, café e cacau. Outros recursos locais são a madeira e o guano. A indústria só está desenvolvida no Havaí e na Nova Zelândia. O turismo é um setor em rápido crescimento.
Histórico. A Polinésia começou a ser povoada no segundo milênio antes da era cristã por imigrantes procedentes da Melanésia oriental. Expedições espanholas, como as de Álvaro de Mendaña e Pedro Fernández de Quirós, fizeram o reconhecimento de alguns aquipélagos no fim do século XVI. Em 1642 o holandês Abel Tasman avistou a Nova Zelândia e, na segunda metade do século XVIII, navegantes britânicos, como Samuel Wallis e James Cook, e franceses, entre os quais Louis-Antoine de Bougainville, prepararam a colonização das ilhas. Os polinésios se opuseram em muitos casos ao domínio europeu, mas em pouco tempo foram submetidos. No fim do século XIX, toda a Polinésia estava dominada por potências ocidentais.
Nova Zelândia, Tuvalu, Tonga e Samoa Ocidental são países independentes. Os Estados Unidos controlam o Havaí (o 50º estado americano) e a Samoa Americana. O Reino Unido mantém a colônia de Pitcairn, e a Nova Zelândia controla as dependências das ilhas Cook, Niue e Tokelau. À França estão integrados os territórios ultramarinos da Polinésia Francesa e ainda Wallis e Futuna. As ilhas da Páscoa e Sala y Gómez pertencem ao Chile.

Veja também: