Pescada - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Pescada


  Taxonomia

Espécies marinhas de grande importância econômica, a pescada brasileira se adaptou à vida na água doce e é comum nos grandes rios brasileiros.

Pescada é o nome usado no Brasil para designar várias espécies de teleósteos, da família dos cienídeos, de mar e de água doce. Os gêneros mais comuns são o Cynoscion e Plagioscion, e algumas espécies atingem um metro de comprimento e mais de 15kg. Abundantes, as pescadas chegam a formar grandes cardumes. Em geral, ficam próximas do fundo do mar e sua pesca se faz com redes de arrasto, que às vezes capturam centenas de peixes. A espécie mais procurada é a pescadinha-perna-de-moça (C. leiarchus). O nome pescada-branca designa várias espécies do gênero Cynoscion. A pescada-do-reino, que chega a atingir noventa centímetros de comprimento, é a C. virescens. A pescada-amarela, de ventre levemente amarelado, chega a vinte quilos.

A pescada europeia, conhecida como merluza (Merluccius merluccius) é um peixe de mar, da família dos gadídeos, de corpo alongado e dentes poderosos e agudos que lhe permitem capturar Crustáceos e outros peixes. Sua pesca é abundante de Gibraltar à Noruega. Agrupam-se também em grandes cardumes e costumam deslocar-se diariamente das águas mais profundas à superfície. Realizam migrações periódicas do alto-mar às zonas costeiras.


Veja também: