Peru [ZOOLOGIA] - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Peru [ZOOLOGIA]


  Taxonomia

Levado da América para a Europa pelos conquistadores espanhóis, o peru está quase extinto em seu habitat natural pela freqüência com que é caçado. Sua criação para corte, no entanto, é hoje praticada em grande escala, sobretudo nos Estados Unidos.
Peru é o nome de duas espécies selvagens de aves galiformes da família dos meleagridídeos. O peru comum (Meleagris gallopavo), nativo da América do Norte, é corpulento e forte. O macho chega a 1,30m de comprimento e dez quilogramas, quase o dobro do tamanho da fêmea, e algumas raças domesticadas podem ser ainda maiores. Melhor conversor que a galinha, até seis semanas de idade converte cada quilo de alimento ingerido em praticamente o mesmo peso de carne. São freqüentes as plumagens cinzas e brônzeas, com reflexos verde-azulados. A cabeça e o pescoço, avermelhados, são cobertos de formações verrucosas e sem penas.
Em estado selvagem, alimenta-se de grãos, frutas, insetos e outros animais, como lagartixas e sapos. Subsiste em pequenos grupos isolados, no México, onde provavelmente ocorreu sua domesticação, e no sul dos Estados Unidos. Vive em trechos de mata próximos à água e, quando assustado, corre para se esconder ou alça vôos vigorosos que não costumam ultrapassar 250m. Cada fêmea põe de 8 a 15 ovos manchados de marrom numa cavidade no chão. O período de incubação é de 28 dias.
O peru centro-americano (M. ocellata) é menor que o peru comum, tem a cabeça azul com saliências amarelo-avermelhadas, penas brilhantes semelhantes às do pavão, grande papada e pequena crista amarela no alto da cabeça. Nunca foi domesticado.

 

Veja também: