Pequi - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Pequi


  Frutas Comestiveis

Muito rico em vitamina A, o pequi encontra aplicações variadas na cozinha típica do interior de Goiás e Mato Grosso. Além de fornecer um óleo comestível e um licor de gosto bem singular, é o ingrediente básico do arroz de pequi, cozido e servido junto com seus caroços espinhentos.
Pequi é o fruto do pequizeiro (Caryocar brasiliensis), árvore de maior valor econômico e uma das mais altas dentre as nativas do cerrado. Pertence à família das cariocaráceas e pode atingir mais de dez metros de altura. O gênero Caryocar inclui cerca de 12 espécies, entre as quais o pequiá (C. villosum), disperso na Amazônia e que atinge porte bem maior, e o pequirana (C. blobrum), encontrado da Amazônia à Bahia.
O pequizeiro típico do Centro-Oeste é tão comum na região que os pecuaristas o têm na conta de praga. Suas grandes flores amarelas desabrocham em novembro e dezembro, e a frutificação ocorre de janeiro a abril. Os frutos, de casca esverdeada e do tamanho de uma laranja, têm polpa amarelada, farinácea, oleosa e de cheiro ativo, que encerra de um a quatro caroços. A polpa do pequi, separada dos caroços mediante fervura, é diluída como condimento em óleo para frituras, ou consumida numa mistura quente com leite, cravo, canela e açúcar. O óleo extraído das amêndoas atende a diversos fins e é de uso consagrado na medicina popular como restaurador de energia.


Veja também: