Pena [ZOOLOGIA] - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Pena [ZOOLOGIA]


  Taxonomia

As penas ou plumas exercem diversas funções, entre as quais as de locomoção, proteção do corpo da ave, preservação da espécie e comunicação entre os indivíduos, como no caso do eriçar das penas, que indica atitude agressiva.
Pena é um produto da epiderme característico das aves, constituído principalmente de uma substância córnea denominada queratina. Por sua forma, cor e distribuição, as penas permitem o reconhecimento dos indivíduos de uma mesma espécie. Na ave adulta, a pena é simétrica bilateralmente e tem um eixo em forma de fuso, cuja parte superior se denomina eixo ou raque e a parte inferior, canhão ou hiporraque. De ambos os lados do eixo partem ramos divergentes. Estes são formados por eixos menores chamados barbas e, divergentes destes, há diminutas bárbulas. Presos dos dois lados das bárbulas, em suas extremidades, há pequeninos ganchos chamados barbicelas, ganchos ou hâmulos, que constituem um tecido contínuo chamado vexilo. Sem as barbicelas, cada uma das bárbulas permanece separada e dá origem a penas esponjosas e moles, como as do avestruz. A hiporraque é oca e possui uma perfuração na extremidade, por onde passam as substâncias nutritivas durante o crescimento. A raque, cheia de medula, tem forma mais achatada que cilíndrica.
Além de essenciais para o vôo, as penas servem para regular a temperatura e, durante a incubação, mantê-la adequada ao desenvolvimento do embrião. As cores das penas resultam de pigmentos encontrados em sua composição. Também influi na cor da plumagem a alimentação que se dá às aves, que mudam as penas pelo menos uma vez por ano. Quando em cativeiro, as aves silvestres podem perder as cores características após a primeira muda.

 -3827px;}

Veja também: