Pecuária x Efeito Estufa - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Pecuária x Efeito Estufa


  Meio Ambiente

A criação de animais para o sustento do homem é uma das profissões mais antigas que se tem conhecimento e pode ser considerada como uma evolução da atividade de caçador. Na Bíblia há várias referencias do homem cuidando dos animais. A pecuária inclusive é mais antiga que a própria agricultura, tanto que no início dos tempos homem era nômade, eles caminhavam, vagavam com suas barracas e suas famílias em busca de alimento para si e pasto para seus animais. Somente depois que o homem passou a plantar o próprio alimento e o pasto para seus animais ele se fixou na terra. Nesse artigo nós vamos tratar especificamente da pecuária, e dos problemas ambientais relacionados, como o desmatamento e a emissão de gases que contribuem significativamente para o efeito estufa.


O Desenvolvimento da Pecuária e a Degradação Ambiental

Ao longo do tempo a pecuária evoluiu e atualmente é praticada no mundo inteiro. A domesticação dos animais em larga escala vem sendo analisado historicamente como um importante de degradação da biodiversidade, pois através dele se implantam sistemas de seleção artificial das espécies, com a escolha e a proteção de algumas espécies de animais e vegetais pelo homem, que os seleciona enquanto descarta os demais. Assim, ao longo do tempo algumas espécies de animais foram selecionadas e melhoradas geneticamente, enquanto outras espécies, muitas delas concorrentes, foram abandonadas a própria sorte até a total extinção, ou seja, o homem fez perpetuar as espécies que lhe interessava em detrimento de outras que competiam pelo espaço e pelo alimento. Essa seleção de espécies pela ação do homem interferiu e modificou os ecossistemas, agredindo a biodiversidade natural, sendo, portanto considerada uma importante causa de degradação ambiental.

 

Desmatamento

Para a pecuária de corte, grandes áreas são desmatadas no mundo inteiro e também no Brasil, onde destacamos os estados do mato Grosso e Goiás, com fazendas de pecuária de grande extensão, onde aconteceu e ainda acontece o desmatamento para o plantio de pastagens para os animais.

 

Emissão de Gás Metano

Cientistas já comprovaram que os animais ruminantes, como o gado, emitem uma importante quantidade de gás metano, além de outros gases em menor quantidade como o monóxido de carbono, óxido nitroso e óxidos de nitrogênio. A liberação desses gases é ocasionada pela fermentação entérica que acontece no processo digestivo desses animais. Existe uma estimativa que afirma que anualmente são lançados na atmosfera cerca de 80 milhões de toneladas de gás metano, que é um dos gases responsáveis pelo efeito estufa. Assim o desmatamento juntamente com a emissão de gás metano oriundo do processo digestivo do gado, são importantes fatores de degradação ambiental e contribuem fortemente para o efeito estufa, exigindo estudos em busca de soluções sustentáveis para a pecuária no mundo.



Veja também:




Copyright © 1999 - 2021 - Development by Dolci Tecnologia. Todos os direitos reservados