Paul Rivet - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Paul Rivet


  Biografias

O célebre Museu do Homem, em Paris, o maior museu antropológico, foi fundado em 1937 pelo etnólogo francês Paul Rivet, que se dedicou principalmente ao estudo das origens do homem americano.
Paul Rivet nasceu em Wassigny, Ardennes, em 7 de maio de 1876. Diplomou-se em medicina em 1898, e três anos depois integrou uma missão científica ao Equador. Concluída a tarefa, ali permaneceu por mais seis anos, dedicado ao estudo da cultura e da língua dos habitantes das regiões andinas. De volta à França, ingressou no Museu Nacional de História Natural, onde iniciou a análise do material coletado e publicou, com René Verneau, diretor do museu, os dois volumes de Ethnographie ancienne de l"Équateur (1912-1922; Etnografia antiga do Equador). Com a fundação do Instituto de Etnologia da Universidade de Paris, ocupou o cargo de secretário-geral. Em 1928, assumiu a cátedra de antropologia e substituiu Verneau na direção do museu. Em 1942, organizou o Instituto de Etnologia da Colômbia, a convite do governo local.
Para Rivet, a Ásia não foi o único lugar de origem dos primeiros americanos, tendo havido também correntes migratórias da Austrália e da Melanésia. No livro Les Origines de l"homme américain (1943; As origens do homem americano), apresenta evidências lingüísticas e antropológicas dessa tese.
Com o término da segunda guerra mundial, reassumiu a cátedra e a direção do museu, ao mesmo tempo que se dedicava à pesquisa e à atividade na Sociedade de Americanistas de Paris. Em 1952, ministrou curso na Universidade de São Paulo. Seus trabalhos sobre lingüística apresentam informações sobre línguas praticamente desconhecidas, principalmente o aimará e o quíchua da América do Sul. Paul Rivet morreu em Paris, em 24 de março de 1958.

Veja também: