Orogênese - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Orogênese


  Geografia Fisica
Diversas teorias tentam explicar o mecanismo pelo qual se produz o movimento que gera a formação de montanhas na superfície da Terra. Desde a década de 1960, a mais aceita é a teoria da tectônica de placas, segundo a qual as cadeias de montanhas se produzem como resultado de choques entre as grandes placas que formam a crosta terrestre.
Orogênese ou orogenia é o nome dado aos movimentos causadores do aparecimento de montanhas. Com a evolução do conhecimento geológico, porém, passou a abranger também os movimentos de produção da crosta continental. A maioria das cadeias de montanhas é formada de rochas intensamente dobradas e acavaladas, enquanto as áreas da crosta correspondentes a planaltos e planícies normalmente exibem evidências de pouca deformação. A orogênese afeta, geralmente, faixas estreitas e longas da crosta, chamadas cinturões orogenéticos, e inclui, quase sempre, dobramento intenso associado ou não a falhas inversas do tipo acavalamento (falhas de empurrão).
Os cinturões orogenéticos se desenvolveram a partir de cerca de 2,5 bilhões de anos atrás, início do eon proterozóico, ao longo de margens continentais. Sua formação se inicia com uma fase de sedimentação extensiva e vulcanismo, seguida de plutonismo, metamorfismo e deformação, com conseqüente espessamento e ascensão dos terrenos submetidos aos movimentos compressionais.
Muitos autores admitem que as orogêneses têm caráter cíclico e ocorrência universal. Desse modo, toda a crosta seria submetida a processos orogenéticos intensos durante períodos curtos, alternados com fases mais longas em que predominariam movimentos lentos e gerais. Alguns associam a esses ciclos fenômenos climáticos e de evolução biológica. A idéia mais generalizada, no entanto, é que a crosta está em contínuo movimento, que se manifesta em locais diferentes, com diversas intensidades, mas que pode incluir épocas de maior intensidade. Os cinturões orogenéticos corroboram essa idéia.

Veja também: