Oiti - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Oiti


  Botânica
Muito rústico, o oiti resiste bem à poluição e por isso sobressai entre as espécies usadas na arborização urbana.
Nativo do Brasil e de ocorrência espontânea entre Piauí e Bahia, o oiti (Licania tomentosa), também chamado oitizeiro ou oiti-da-praia, é uma árvore frondosa, de tronco esguio (atinge até 15m de altura), folhagem densa e perene, da família das crisobalanáceas, a mesma do guajuru ou crisobalano. As flores são inexpressivas, mas as folhas, quando novas, formam uma copa esbranquiçada que lhe confere interesse ornamental. Os frutos, cuja polpa é pegajosa e amarela, são comestíveis mas de cheiro pouco agradável.
Do mesmo gênero é a oiticica (L. rigida), cujo tronco se ramifica logo acima do solo e forma copas de vinte a trinta metros de diâmetro. A oiticica, espontânea no sertão e parte do litoral nordestino, frutifica antes do quinto ano, atinge a maturidade aos dez e pode produzir por mais de cem anos. É importante pelo óleo extraído das sementes, contidas em bagas de 7,5cm de extensão por dois de largura. Rico em iodo, é anticorrosivo, impede a formação de crostas e se usa na produção de borrachas, lonas de freios, tintas e vernizes

Veja também: