Norman Mailer - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Norman Mailer


  Biografias

A exacerbada crítica social caracterizou a obra do americano Norman Mailer, criador de uma forma de jornalismo que trata de fatos reais com a riqueza subjetiva e a liberdade criativa do romance. Tanto sua ficção quanto os escritos ensaísticos encerram uma condenação radical do totalitarismo que ele acreditava inerente ao moderno estado centralizador.

Norman Kingsley Mailer nasceu em Long Branch, Nova Jersey, em 31 de janeiro de 1923. Diplomou-se pela Universidade de Harvard em 1943 e, durante a segunda guerra mundial, participou da campanha do Pacífico. A experiência como militar inspirou seu primeiro romance, The Naked and the Dead (1948; Os nus e os mortos), um dos principais romances americanos do pós-guerra. A obra destaca-se principalmente pela descrição moral e humana dos personagens e pelo tom anti-heróico da narração.

Os romances posteriores de Mailer, entre eles The Deer Park (1955; O parque dos gamos), não tiveram grande sucesso, razão pela qual chegou a ser tachado de autor de um só livro. Despertaram maior interesse o ensaio The White Negro (1957; O negro branco) e os romances An American Dream (1965; O sonho americano) e Why Are We in Vietnam? (1967; Por que estamos no Vietnãm?), que foram bem acolhidos pelo público, embora sem o aplauso da crítica.

Mailer também escreveu, dirigiu e produziu dois filmes. Em suas últimas obras literárias, entre elas The Executioner"s Song (1979; A canção do verdugo) -- que lhe valeu o Prêmio Pulitzer de 1980 -- e Tough Guys Don"t Dance (1984; Os machões não dançam), buscou aproximar o romance do gênero jornalístico.



Veja também:




Copyright © 1999 - 2021 - Development by Dolci Tecnologia. Todos os direitos reservados