Mostarda - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Mostarda


  Botânica

Fibrosas, de cheiro forte e sabor muito picante, as folhas e os talos da mostarda constituem excelente alimento, que estimula o metabolismo e reforça as defesas orgânicas.

O nome mostarda se aplica às diferentes espécies e variedades híbridas do gênero Brassica, da família das crucíferas, a mesma da couve, do repolho e do brócolis, e também ao condimento, em geral pastoso, obtido de suas sementes. São plantas ricas em vitaminas A, B e C, ferro, cálcio, fósforo, potássio e enxofre. Seu uso culinário ou medicinal remonta à antiguidade greco-romana. Já mencionada na Bíblia, era cultivada há pelo menos dois mil anos no Mediterrâneo, de onde se disseminou pela maioria das regiões temperadas e tropicais do mundo.

Distinguem-se principalmente no gênero a mostarda-branca (Brassica hirta ou alba), de sementes amareladas; a mostarda-negra (B. nigra), de sementes marrons; e a mostarda-da-índia (B. juncea), provavelmente originária da África, embora cultivada há séculos e em larga escala na Ásia. Das espécies silvestres bianuais (cujo ciclo de vida se completa em dois anos), foram obtidas as variedades anuais plantadas atualmente. O condimento de mostarda, que estimula a secreção de saliva e a ação peristáltica do estômago, é obtido das sementes da mostarda-branca, da mostarda-negra ou da mistura de ambas, com a eventual inclusão de sementes de mostarda-da-índia.



Veja também:




Copyright © 1999 - 2021 - Development by Dolci Tecnologia. Todos os direitos reservados