Miguel Pereira - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Miguel Pereira


  Biografias
Ao fazer a famosa afirmação de que "o Brasil é ainda um imenso hospital", Miguel Pereira desencadeou grande polêmica, da qual nasceu a campanha sanitarista.
Miguel da Silva Pereira nasceu em São José do Barreiro SP em 2 de junho de 1871. Fez o curso de humanidades no internato do Colégio Pedro II e ingressou na Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, mas interrompeu o curso duas vezes: em 1893, quando participou da revolta da armada ao lado do marechal Floriano e chegou a lutar no combate da Armação; e em 1894, durante a epidemia de cólera no vale do Paraíba, para onde seguiu como auxiliar-médico voluntário. Com a tese Hematologia tropical doutorou-se em 1897. No mesmo ano, apresentou a memória Anemia tropical, com a qual foi aceito como membro da Academia Nacional de Medicina. Professor de clínica propedêutica desde 1898, em 1907 passou a catedrático. Por criticar publicamente a reforma do ensino de 1911, foi suspenso por seis meses, mas o Supremo Tribunal Federal cancelou a punição.
Publicou trabalhos sobre ancilostomose, sífilis e atrofias musculares, mas queimou os originais de seu Tratado de clínica médica ao saber que era portador de doença incurável. Pai da escritora Lúcia Miguel-Pereira, o médico Miguel Pereira morreu na estação climática da Estiva (hoje Miguel Pereira RJ), em 23 de dezembro de 1918. Seus discursos e entrevistas estão reunidos no livro À margem da medicina (1922).
bestw

Veja também: