Meningite - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Meningite


  Patologias
AtÚ meados do sÚculo XX, praticamente todos os casos de meningite, quando nÒo levavam Ó morte, deixavam como seq³elas a cegueira, o estrabismo e perturbaþ§es nervosas. Com o surgimento dos antibi¾ticos e das sulfas, porÚm, o progn¾stico de cura da doenþa Ú de quase cem por cento.
Meningite Ú a infecþÒo e inflamaþÒo das meninges, membranas que envolvem e protegem o encÚfalo e a medula espinhal, denominadas pia-mßter, aracn¾ide e dura-mßter, pela aþÒo de diversos microrganismos, como bactÚrias (meningococos, pneumococos ou estreptococos), vÝrus, fungos e protozoßrios.
O quadro clÝnico mais conhecido Ú o da meningite cÚrebro-espinhal epidÛmica, que afeta sobretudo as crianþas e os indivÝduos jovens e Ú provocada pela bactÚria Neisseria meningitidis, tambÚm conhecida como meningococo. As bactÚrias se multiplicam nas vias nasais e na garganta, sem causar dor, caem na corrente sang³Ýnea e se instalam nas meninges, com o que provocam febre, dor de cabeþa intensa, v¶mitos e rigidez da nuca.
Entre os vßrios tipos da doenþa, distinguem-se ainda a meningite tuberculosa, que afeta a base do encÚfalo e determina a paralisia facial e dos nervos cranianos, alÚm de outras alteraþ§es; a meningite de tipo vir¾tico ou assÚptico, menos grave que o bacteriano; a leptomeningite, que atinge a pia-mßter e a aracn¾ide; e a meningite sifilÝtica, uma complicaþÒo relativamente rara da sÝfilis. O diagn¾stico imediato e a rßpida aplicaþÒo do tratamento sÒo fundamentais para evitar seq³elas permanentes ou mesmo a morte.
>

Veja também: