Max Planck - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Max Planck


  Biografias
Max Planck criou as bases da ciência moderna ao formular a teoria da descontinuidade da energia e estabelecer o conceito de quantum, ambos princípios da mecânica quântica.
Max Karl Ernst Ludwig Planck nasceu em 23 de abril de 1858 em Kiel, Schleswig-Holstein, Alemanha. Oriundo de uma família de juristas, interessava-se tanto por música quanto pelas disciplinas científicas. Estudou em Munique e em Berlim e, após doutorar-se em termodinâmica em 1879, assumiu a cátedra de física teórica nas universidades de Munique, Kiel e Berlim. Em 1930, tornou-se presidente da Associação para o Progresso da Ciência Kaiser Wilhelm, que recebeu o nome de Fundação Max Planck a partir da segunda guerra mundial.
A primeira fase da atividade de Planck esteve ligada ao estudo da termodinâmica, com ênfase na variação da entropia, medida da desordem molecular. Em 1900, descreveu em termos matemáticos o estado energético de um corpo negro, ente físico que absorve toda radiação que incida sobre ele. Planck demonstrou que esse estado requer um processo de emissão e absorção que envolve quantidades descontínuas de energia. Estabeleceu o valor da constante universal da teoria do quantum, a constante de Planck, h = 6,62x10-27 erg/s. Essas descobertas, que contrariavam o então dominante princípio de Leibniz, segundo o qual a natureza não dá saltos, valeram a Planck o Prêmio Nobel de física de 1918. A constante de Planck foi uma descoberta determinante para a física atômica, pois fundamentou o modelo atômico de Niels Bohr e abriu caminho para a teoria da relatividade de Einstein.
A vida familiar do cientista foi marcada pela tragédia: perdeu a esposa e quatro filhos, um deles durante a primeira guerra mundial e outro fuzilado, em 1944, por conspirar contra Hitler. Planck morreu em Göttingen, Alemanha, em 4 de outubro de 1947.