Mar do norte - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Mar do norte


  Geografia Fisica
O mar do Norte tem uma antiga tradição de navegação que favoreceu o desenvolvimento industrial dos países por ele banhados. No fim da década de 1970, a exploração de grandes jazidas de petróleo e gás natural descobertas em seu leito contribuiu para revitalizar a atividade econômica do noroeste da Europa.
Mar do Norte é uma parte do oceano Atlântico situada entre as ilhas britânicas e o noroeste do continente europeu, com uma superfície de 570.000km2. O estreito de Skagerrak une o mar do Norte ao Báltico, situado a leste. Localizado numa vasta plataforma continental, o mar do Norte tem leito irregular e apresenta profundidades em geral inferiores a cem metros, que aumentam suavemente em direção ao norte.
Próximo ao norte da Inglaterra, situa-se um grande depósito glacial de terra e rochas, chamado banco Dogger. Com profundidades entre 15 e 35m, é uma das melhores áreas de pesca do mar do Norte. Em contrapartida, no nordeste do mar encontram-se fossas submarinas de grande profundidade, como a faixa que acompanha o litoral sul da Noruega, de Bergen a Oslo, onde a profundidade chega a mais de 700m no estreito de Skagerrak. Essa faixa formou-se pela ação glaciária do período quaternário, que deu origem a litorais altos e recortados, com numerosos fiordes e ilhas. Embora menos abrupto, o litoral britânico apresenta também fossas profundas, perto de Edimburgo, no local chamado Devils Hole, onde se registram profundidades superiores a 500m.
Uma corrente de águas mornas penetra no mar do Norte procedente do Atlântico, enquanto do Báltico provêm águas de menor salinidade. Esses fluxos criam uma circulação de água em sentido anti-horário. A salinidade, semelhante à do oceano Atlântico, fica entre 34 e 35 partes por mil e é mais baixa na parte leste e nas áreas próximas às desembocaduras dos grandes rios como o Elba, o Weser, o Reno e o Tâmisa. As marés são fracas, mas no inverno as tempestades são freqüentes e oferecem riscos principalmente no litoral holandês, onde se criaram artificialmente vastos territórios situados abaixo do nível do mar.
A mistura de águas de características distintas favorece o desenvolvimento da vida marinha no mar do Norte. A pesca (cavala, arenque, bacalhau) se concentra nos bancos de Dogger, Fisher, Jutlândia e Terschelling. Os países que mais se beneficiam dessa riqueza são Noruega, Dinamarca, Reino Unido e Países Baixos. Acordos internacionais regulam a pesca na região, com cotas estabelecidas para cada país. A existência de portos naturais, amplos estuários e canais fluviais estimulou o comércio marítimo, muito importante desde os tempos da Liga Hanseática, na Idade Média. Alguns de seus portos e cidades mais importantes são Antuérpia, Rotterdam, Amsterdam, Wilhelmshaven, Bremen, Hamburgo, Esbjerg, Stavanger, Dundee, Edimburgo, Hull e Londres.
p://

Veja também: