Mar de Okhotsk - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Mar de Okhotsk


  Geografia Fisica
Entre a península russa de Kamchatka e o Japão, o mar de Okhotsk banha principalmente a costa do extremo leste da Sibéria, onde a cidade de mesmo nome sobressai como primeiro enclave russo na região,  fundado pelos cossacos no século XVIII.
O mar de Okhotsk (Okhotskoie more em russo) situa-se no noroeste do oceano Pacífico. Está cercado por terras da Sibéria ao norte e a oeste, pela península de Kamchatka e as ilhas Kurilas a leste, pela ilha japonesa de Hokkaido ao sul e pela ilha russa de Sakhalin a sudoeste. Tem superfície de 1.583.000km2, profundidade média de 777m, com máxima de 3.373m. A partir do norte, o assoalho marinho desce gradualmente em direção ao sul e sudoeste.
Alimentam o mar de Okhotsk os rios provenientes da Sibéria, como Amur, Uda e Okhota; as águas da chuva; as do mar do Japão, que penetram pelos estreitos de La Pérouse e Nevel; e as do oceano Pacífico, que atravessam os diversos estreitos entre as ilhas Kurilas. De outubro a março, formam-se blocos de gelo e, no golfo de Sakhalin e imediações da ilha de Shantar, esse gelo mantém-se até julho e agosto.
O mar é rico em peixes e mamíferos marinhos. A navegação, que conta com os portos russos de Magadan, na baía de Nagayevo, e Okhotsk, é suspensa no inverno por causa da movimentação dos blocos de gelo, e no verão é dificultada pelo denso nevoeiro.

Veja também: