Lírio - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Lírio


  Botânica
O nome lírio se aplica a várias plantas que nem sempre têm parentesco e que se caracterizam pelas flores vistosas, geralmente em forma de funil ou de campânula, sustentadas por hastes finas e longas.
Lírio é o nome dado a numerosas plantas ornamentais, principalmente as do gênero Lilium, da família das liliáceas, composto por cerca de oitenta espécies. A maioria é originária da Europa e da Ásia, mas cultivada em todo o mundo com fins ornamentais. Trata-se de uma planta herbácea, de caule ereto, que nasce de bulbos escamosos, em que predominam as folhas longas e estreitas, que amarelecem e secam depois da floração. Os frutos são cápsulas com numerosas sementes. As flores, às vezes perfumadas, ora são totalmente brancas, ora matizadas, ora salpicadas de manchas que parecem pingos de tinta, numa ampla combinação de cores que vai do rosa ao marrom-avermelhado. A aparência das flores tornou-se cada vez mais complexa com as variedades híbridas obtidas a partir dos lírios silvestres.
Dentre as espécies mais conhecidas no Brasil destacam-se o lírio-branco (L. longiflorum), a açucena (L. candidum), o lírio-real (L. regale), o lírio-tigrino (L. tigrinum) e o lírio-martagão (L. martagon), todas com porte de cerca de um metro. A propagação faz-se pela separação dos "filhotes" que os bulbos velhos produzem, pelo plantio em areia das escamas que os constituem, pelos bulbilhos que às vezes se formam nas axilas das folhas e por sementes.

Veja também: