Ligação Gênica e Permutações - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Ligação Gênica e Permutações


  Genética

1. O que Ú ligaþÒo gÛnica?

Dois ou mais pares de genes alelos localizados em diferentes pares de cromossomos hom¾logos segregam-se independentemente. Portanto, esta Ú a condiþÒo de validade da segunda lei de Mendel.

Quando dois ou mais pares de genes alelos estÒo localizados em um mesmo par de cromossomos hom¾logos, eles nÒo obedecem Ó lei da segregaþÒo independente. Afinal, durante a meiose irß haver uma tendÛncia de que esses genes permaneþam unidos, quando o par de hom¾logos se separar, como mostra a figura abaixo.

 

Quando dois ou mais pares de genes alelos se localizam em um mesmo par de cromossomos, dizemos que eles apresentam ligaþÒo gÛnica (ou ligaþÒo fatorial). Os autores de lÝngua inglesa dÒo a essa situaþÒo o nome de linkage. No entanto, hß um fen¶meno capaz de alterar essa tendÛncia de uniÒo. ╔ a permutaþÒo gÛnica (ou crossing-over), troca de fragmentos entre cromossomos hom¾logos, que pode acontecer na pr¾fase da primeira divisÒo da meiose.

Quando dois pares de genes alelos estÒo situados de tal forma, em um par de hom¾logos, que nÒo ocorre permutaþÒo entre eles, diz-se que hß linkage total entre eles. Caso haja permutaþÒo, o linkage Ú parcial.

Em um caso de ligaþÒo gÛnica, nÒo basta se conhecer o gen¾tipo de um indivÝduo. ╔ necessßrio que se determine a posiþÒo relativa dos genes no par de hom¾logos. Por que isso Ú tÒo importante? Observe as duas situaþ§es mostradas a seguir:

Podemos notar que, embora as duas cÚlulas possuam os mesmos genes, a sua posiþÒo, no par de cromossomos hom¾logos nÒo Ú a mesma, o que determina a produþÒo de tipos diferentes de gametas, na meiose.

Existem diversas formas de se indicar a posiþÒo dos genes no par de hom¾logos. As mais comuns sÒo:

 

 

Uma outra forma de se indicar essa posiþÒo relativa dos genes Ú uma nomenclatura habitualmente usada pela quÝmica orgÔnica. O duplo-heterozigoto que tem os dois genes dominantes no mesmo cromossomo e os dois recessivos no outro (AB/ab) Ú chamado de heterozigoto "cis". O duplo-heterozigoto cujos genes dominantes estÒo em cromossomos diferentes do par de hom¾logos (Ab/aB) Ú o heterozigoto "trans".

 

2. Gametas parentais e recombinantes

Quando as cÚlulas de um indivÝduo cujo gen¾tipo Ú gen¾tipo AB/ab sofrem meiose e originam gametas, os tipos de gametas formados podem variar em funþÒo da ocorrÛncia ou nÒo da permutaþÒo.

NÒo acontecendo o crossing-over, apenas dois tipos de gametas poderÒo se formar: AB e ab. Caso ocorra o crossing-over, alÚm desses dois tipos tambÚm poderÒo ser encontrados os gametas aB e Ab.

 

╔ importante destacar que, mesmo ocorrendo o crossing-over, os gametas AB e ab se formam, uma vez que as cromßtides externas nÒo trocam fragmentos entre si. Veja novamente a figura anterior e repare que apenas as cromßtides internas, tambÚm chamadas cromßtides vizinhas, trocam fragmentos!

Os gametas dos tipos AB a ab, cujo aparecimento nÒo depende da ocorrÛncia da permutaþÒo, sÒo chamados gametas parentais, porque eles refletem a posiþÒo dos genes nas cÚlulas. Os gametas dos tipos Ab e aB, que s¾ aparecem caso aconteþa a permutaþÒo, sÒo chamados recombinantes.

loc

Veja também: