Leonard Bloomfield - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



Leonard Bloomfield


  Biografias

As teorias de Bloomfield, uma das bases do estruturalismo linguístico, alteraram radicalmente a linguística americana na primeira metade do século XX.

Leonard Bloomfield nasceu a 1º de abril de 1887 em Chicago, Illinois. Estudou filologia alemã em Harvard e, de 1909 a 1927, lecionou em várias universidades. Interessado nas línguas indo-européias, logo estendeu seus estudos a outros campos e, a partir da psicologia behaviorista, escreveu An Introduction to the Study of Language (1914; Introdução ao estudo da linguagem). Mais tarde dirigiu sua atenção para as línguas ameríndias, que, muito diferentes das indo-europeias, lhe proporcionaram nova perspectiva sobre determinados aspectos da linguagem.

Sua principal obra, Language (1933; Linguagem), analisa a fala como um fenômeno de resposta a determinados estímulos, e depois se divide em quatro partes distintas: (1) fonética; (2) questões gramaticais; (3) problemas léxicos e (4) temas diversos, entre os quais a linguística diacrônica -- isto é, estudada em sua evolução ao longo do tempo -- e os empréstimos de uma língua para outra. Afirmando que o estudo da linguagem devia ser empírico, exato e objetivo, considerou que o propósito da linguística consistia na elucidação científica da língua. Para isso era preciso determinar, num dado momento -- estudo sincrônico --, a estrutura semântica, gramatical e fonológica dessa língua, através de um procedimento descritivo. Tal análise repelia qualquer interpretação do significado a partir de uma perspectiva extralinguística.

Paralelamente, Bloomfield interessou-se por questões pedagógicas e desenvolveu diversos sistemas para o ensino da leitura e de línguas estrangeiras. Em 1940 foi nomeado professor de lingüística em Yale e nessa função, que exerceu até a morte, criou uma escola baseada em suas teorias, conhecidas como "distribucionalistas". Suas pesquisas, embora polêmicas por seus postulados radicais, foram importantes para a fixação da lingüística como disciplina científica. Leonard Bloomfield morreu em New Haven, Connecticut, em 18 de abril de 1949.


Veja também: