L. S. B. Leakey - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

L. S. B. Leakey


  Biografias
Com suas pesquisas, o arqueólogo e antropólogo L. S. B. Leakey provou ser a evolução dos hominídeos até o homem mais antiga do que se supunha e concentrada não na Ásia, mas na África.
Filho de missionários britânicos, Louis Seymour Bazett Leakey nasceu em 7 de agosto de 1903 em Kabete, Quênia. Estudou na Universidade de Cambridge e em 1924 iniciou no leste da África as pesquisas em que seria depois auxiliado pela mulher, a também arqueóloga Mary Douglas Leakey, e pelo filho Richard.
Suas principais descobertas ocorreram a partir de 1931 na garganta de Olduvai, em Tanganica (Tanzânia), onde há uma seqüência de camadas de cerca de noventa metros de espessura com restos humanos e artefatos. Os primeiros achados foram fósseis de animais e instrumentos de pedra lascada, mas em 1959 Mary Leakey encontrou restos de um hominídeo, a que denominou Zinjanthropus (hoje classificado no gênero Australopithecus), cuja idade o casal estimou em 1,75 milhão de anos. Mais tarde, Leakey afirmou não ser o Zinjanthropus um antepassado direto do homem e o diferenciou de outro achado seu, o Homo habilis, o qual, contemporâneo do primeiro, seria um hominídeo mais evoluído em direção ao Homo sapiens.
Entre suas obras, destacam-se: Adam"s Ancestors (1934; Os ancestrais de Adão), Stone-Age Africa (1936; A África na idade da pedra), Olduvai Gorge (1952; A garganta de Olduvai) e, em colaboração com Vanne Goodall, Unveiling Man"s Origins (1959; O desvelamento das origens do homem). Mary Leakey escreveu, entre outros livros, Olduvai Gorge: My Search for Early Man (1979; A garganta de Olduvai: minha busca do homem primitivo) e Disclosing the Past: An Autobiography (1984; Elucidando o passado: uma autobiografia). L. S. B. Leakey morreu em 1º de outubro de 1972, em Londres.
<

Veja também: