Juriti - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



176 Slides Power Point grátis

Só baixar, editar e começar a usar.

Juriti


  Taxonomia

Os casais de juritis costumam ser inseparáveis. Os machos, na época de reprodução, fazem reverências e vôos de exibição para as fêmeas, após o que os parceiros se acariciam na cabeça e se alimentam mutuamente com uma massa regurgitada do papo, sobretudo pouco antes da cópula.
Comuns do sul dos Estados Unidos até o norte da Argentina e encontradas em quase todo o Brasil, as juritis pertencem à família dos columbídeos, a mesma das pombas e rolinhas, e estão classificadas em dois gêneros: Leptotila e Geotrygon. O porte médio oscila entre 24 e 26,5cm e um colorido pardo-acinzentado caracteriza a plumagem das diferentes espécies, com variações na intensidade dos tons e nos detalhes.
Uma das espécies mais conhecidas é a juriti-pupu (Leptotila verreauxi), que se distingue pelas pontas brancas das penas da cauda e assemelha-se à juriti-gemedeira (L. rufaxilla), de fronte branca e pescoço azulado na parte posterior. Na juriti-piranga ou pomba-cabocla (Geotrygon montana), o macho é avermelhado por cima e a fêmea é pardo-olivácea. As juritis alimentam-se de sementes e frutas. A postura das fêmeas é em geral de dois ovos e a incubação leva apenas 11 dias.

Veja também: