John Dalton - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



John Dalton


  Biografias

Criador da primeira teoria atômica moderna, o físico, químico e pesquisador John Dalton foi uma das figuras mais expressivas do mundo científico na passagem do século XVIII para o século XIX.

John Dalton nasceu em Eaglesfield, Cumberland, Inglaterra, em 6 de setembro de 1766. Aos 12 anos já substituía seu professor, John Fletcher, na Quaker"s School de Eaglesfield. Estudou durante 12 anos em Kendal e, após concluir sua formação acadêmica, tornou-se professor do New College de Manchester, universidade inglesa de prestígio comparável ao de Oxford e Cambridge.

A descoberta do fenômeno da cegueira congênita para as cores, conhecida como daltonismo, data de 1794. As observações de Dalton sobre o fenômeno foram publicadas no livro Extraordinary Facts Relating to the Vision of Colours (1794; Fatos extraordinários relativos à visão das cores). Em 1800 assumiu a secretaria da Sociedade Literária e Filosófica de Manchester, que presidiu em caráter honorífico de 1817 até o fim da vida.

No trabalho Absorption of Gases by Water and Other Liquids (1803; Absorção de gases pela água e outros líquidos), fixou os princípios de sua teoria atômica, que pode condensar-se nos seguintes princípios: (1) os átomos são partículas reais, descontínuas e indivisíveis da matéria, e permanecem inalterados nas reações químicas; (2) os átomos de um mesmo elemento são iguais e de peso invariável; (3) os átomos de elementos diferentes são diferentes entre si; (4) na formação dos compostos, os átomos entram em proporções numéricas fixas 1:1, 1:2, 1:3, 2:3, 2:5 etc. e (5) o peso do composto é igual à soma dos pesos dos átomos dos elementos que o constituem.

Dalton dedicou-se também à meteorologia. Um de seus trabalhos mais minuciosos foi a elaboração de um diário meteorológico, no qual fez mais de 200.000 anotações. Seu interesse por fenômenos atmosféricos, como a aurora boreal, demonstrava que a faculdade intelectual privilegiada por Dalton para a pesquisa científica era a indução, tipo de inferência que, a partir de um grande número de dados, procura encontrar suas correlações e as leis lógicas que as regem. Os dados interpretados por Dalton não atingiram grau elevado de precisão, mas sua metodologia trouxe grandes inovações para o estudo das ciências.

Autor do New System of Chemical Philosophy (1808-1810; Novo sistema de filosofia química), incluiu nesse trabalho teses importantes, como a lei das pressões parciais, ou lei de Dalton, segundo a qual a pressão total de uma mistura de gases equivale à soma das pressões parciais dos gases que a constituem. Dalton morreu em Manchester, a 27 de julho de 1844. 


Veja também: