João-de-barro - BioMania
O melhor portal biológico da internet!



João-de-barro


  Taxonomia

O engenho posto na construção do ninho, orientada por rígidos padrões de segurança, é um traço marcante no comportamento do joão-de-barro, que se vale do bico e dos pés para edificar sua obra.

Pássaro da família dos furnarídeos, o joão-de-barro (Furnarius rufus) mede cerca de 19cm, pesa 49g e é muito comum no leste e no sul do Brasil. Alimenta-se de cupins e outros insetos, aranhas, opiliões e demais artrópodes, bem como de ocasionais sementes. Os sexos são praticamente idênticos, com o corpo cor de terra e a cauda puxando para um tom de ferrugem.

Construído pelo casal em árvores altas, o ninho em forma de forno (donde o nome Furnarius) pesa até quatro quilos, com paredes de três a quatro centímetros de espessura. É feito de barro úmido misturado a palha e a um pouco de esterco. A entrada fica em sentido oposto ao das chuvas e ventos, e na última etapa da obra é erguida uma meia parede interna que separa a câmara incubadora de um estreito vestíbulo. A sobreposição de vários ninhos, como um edifício em miniatura, pode chegar a mais de seis unidades. A fêmea põe de três a quatro ovos e a incubação dura cerca de 15 dias. Ao mesmo gênero do joão-de-barro do Sudeste pertencem o casaca-de-couro-amarelo (F. leucopus) e o casaca-de-couro-da-lama (F. figulus), que se distribuem sobretudo pelo Centro-Oeste, Norte e Nordeste do Brasil.


Veja também: